51 3713 8100

Começa a vacinação contra a gripe em Santa Cruz do Sul Última atualização em, 23 de abril de 2018

O frio ainda não chegou, mas é bom já ir se preparando e se protegendo contra as doenças típicas do inverno. Teve início nesta segunda-feira, 23, a 20ª Campanha Nacional contra a Influenza, em Santa Cruz do Sul. A abertura aconteceu oficialmente às 11 horas, no Centro Materno Infantil (Cemai), e contou com a presença do prefeito Telmo Kirst e da secretária municipal de Saúde, Renice Vaccari que, aproveitando a oportunidade, deram o exemplo e já saíram de lá imunizados.

 

Este ano, a meta da Secretaria Municipal de Saúde (Sesa) é imunizar até o dia 1º de junho, 90% das 50 mil pessoas que compõem o público-alvo. Devem tomar a vacina, idosos com 60 anos ou mais, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas até 45 dias após o parto, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medias socioeducativas, apenados e funcionários do sistema prisional. 

 

A orientação da Sesa é para que aos procurar as unidades, as pessoas levem junto consigo a carteira de vacinação. Trabalhadores da saúde e professores devem apresentar também documento que comprove a atuação profissional. Já pessoas com comorbidade devem levar também prescrição médica e documento de identidade.

 

A vacina contra a gripe pode ser encontrada, a partir de hoje, em todas as unidades básicas de saúde, Estratégias de Saúde da Família, Cemai, Sistema Integrado de Saúde (SIS) da Unisc, Sindicato das Indústrias do Fumo e Alimentação (Stifa), Ambulatório do Idoso e Posto Central, sempre nos horários normais de atendimento ao público. A recomendação é que as pessoas cheguem meia hora antes do encerramento das atividades. 

 

Já no sábado, dia 12 de maio, acontece o chamado Dia D. Uma grande mobilização será realizada na Praça Getúlio Vargas. Na casa da CDL, uma equipe da Sesa estará realizando um mutirão de vacinação. Nesse dia, todas as unidades, tanto na cidade, quanto no interior, estarão abertas  até as 16 horas. 

 

A secretária municipal de saúde, Renice Vaccari, ressalta que a influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e até mesmo ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condição de risco para as complicações da infecção. “É muito importante que as pessoas que fazem parte do público prioritário procurem as unidades de saúde para receber a vacina. Podem ir com calma porque temos doses suficientes para atender a demanda, mas o importante é que as pessoas não deixem de se imunizar”, disse.

 

Compartilhe:
Prefeitura de Santa Cruz Suporte Técnico:
suporte@santacruz.rs.gov.br
Desenvolvido por DROP