51 3713 8100

Telmo cria a Secretaria Municipal de Cultura e nomeia Edemilson Severo para ocupar a pasta Última atualização em, 14 de janeiro de 2019

Em cerimônia realizada na manhã desta sexta-feira, dia 11, no Salão Nobre do Palacinho, o prefeito Telmo Kirst sancionou a lei que cria a Secretaria Municipal de Cultura e deu posse ao primeiro secretário da pasta, Edemilson Severo. O ato contou com a presença de secretários, vereadores, representantes de órgãos estaduais, membros de entidades culturais e educacionais, produtores,  artistas locais, servidores municipais e imprensa.  

 

O projeto de lei criando a nova secretaria dentro da estrutura administrativa da Prefeitura foi aprovado esta semana em sessão extraordinária na Câmara de Vereadores. Até então a cultura era um  departamento, por muitos anos vinculado à Secretaria Municipal de Educação e mais recentemente à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.  O orçamento da  nova pasta é de R$ 1,6 milhão e  a estrutura composta por 21 servidores. 

 

A secretaria irá funcionar junto à Biblioteca Pública Municipal, que será inaugurada em abril, no prédio do antigo presídio, esquina das ruas Marechal Floriano e Tiradentes. A reforma está quase concluída, mas ainda falta atender as questões de acessibilidade. No terrenos ao lado, a Prefitura instalará também uma praça de lazer para a comunidade, conforme anúncio feito pelo prefeito durante a solenidade. 

 

Ao tomar posse como primeiro titular da Secretaria Municipal de Cultura, Edemilson Severo, que já foi também secretário municipal de Administração, de Políticas Públicas e de Fazenda,  disse que agora, a cultura passa de coadjuvante a protagonista e que,  a partir de hoje, junto com  toda a equipe qualificada de profissionais que compõem a pasta,  vai trabalhar exercendo a criatividade, com o firme propósito de suprir as necessidades de manutenção das estruturas físicas existentes e dos novos espaços planejados, bem como dar continuidade aos projetos de oficinas e atividades consolidadas.

 

Além das atividades já desempenhadas no serviço público, desde a primeira gestão do prefeito Telmo Kirst,  Edemilson vem de uma longa trajetória na iniciativa privada, marcada  por dedicação a projetos culturais, como curta-metragens, séries, filmes, telenovelas, espetáculos teatrais e musicais e produções literárias. Ele já atuou como diretor, produtor executivo e proponente cultural na prospecção de parceiros privados e captação de recursos para viabilizar projetos com base nas leis de incentivo, em âmbito estadual e federal. “Diálogo, excelência nas relações institucionais e interlocução permanente, incluindo todos os atores, segmentos e manifestações culturais, será o DNA da nossa área”, afirmou.

 

No encerramento do ato, ao discursar, o prefeito Telmo Kirst afirmou que o momento é histórico para Santa Cruz do Sul e que a cultura ganha a partir de agora um novo significado e uma representatividade que até então não tinha. “Temos o compromisso e o dever de estabelecer políticas municipais de cultura. Teremos que buscar recursos e, dado o exíguo orçamento, vamos precisar de muita criatividade e de inovação constante”, afirmou.

 

Telmo fez ainda questão de destacar que a secretaria não representa aumento de despesas para a prefeitura, uma vez que o departamento já existia e os recursos já estavam provisionados no orçamento. Ele lembrou ainda que a criação do cargo de secretário de Cultura deu-se a partir do acúmulo de funções por parte de outros secretários.

 

 

Compartilhe:
Prefeitura de Santa Cruz Suporte Técnico:
suporte@santacruz.rs.gov.br
Desenvolvido por DROP