51 3713 8100

Elo Schneider fala sobre avanços e desafios da agricultura ├Ültima atualiza├ž├úo em, 04 de dezembro de 2018

As conquistas e perspectivas para a agricultura familiar em Santa Cruz do Sul foram o mote da entrevista concedida pelo secretário municipal de Agricultura, Elo Schneider, na manhã desta terça-feira, dia 4, durante o Estúdio Interativo da Rádio Gazeta AM 1180. Ele foi o segundo secretário a participar da rodada de entrevistas de final de ano que a emissora realizará até o próximo dia 21 com o primeiro escalão do governo.

 

O primeiro assunto abordado foi a situação dos produtores rurais que precisam se formalizar para continuar comercializando produtos de origem animal nas feiras do município. O Ministério Público, em acordo com feirantes e Prefeitura, também estabeleceu prazo até dezembro de 2019 para venda de produtos vegetais e panificados. Para que a lei seja atendida, a Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri) vem acompanhando a questão de perto e auxiliando os feirantes.

 

O secretário afirma que medidas semelhantes já vêm sendo adotadas em outros municípios e que é preciso cumprir o que a lei exige. “Os tempos são outros. Nós já alertamos os feirantes há bastante tempo. Se Santa Cruz não avançar o que vai acontecer? Pessoas de fora vão migrar e criar outras dificuldades para nós”, alertou. Ele lembrou que a Seagri coloca toda a estrutura das feiras à disposição dos produtores, que não necessitam arcar com luz, água e nem impostos. “Estamos trabalhando, a Seagri nunca abandonou os feirantes”.

 

Schneider reafirmou a importância da formalização da atividade, como forma de conquistar novos mercados. Ele chamou a atenção para a ausência das agroindústrias do município em eventos como Expoagro, Expointer e outros. 

 

O secretário disse ainda que vai pedir uma reunião com o MP na própria Seagri, com a participação de técnicos e do Conselho Agropecuário, por onde passam todas as decisões da pasta. “A gente espera flexibilizar um pouco mais o prazo para que os feirantes possam se legalizar. São produtos que o consumidor está acostumado há anos”, disse. “Somos parceiros dos feirantes e queremos ajudar para fortalecer a agricultura familiar”. 

 

No segundo bloco da entrevista, dentre as principais conquistas do ano, Elo citou a inauguração da agroindústria do aipim, na Granja Municipal, já repassada para administração da Coopersanta e, mais recentemente, a assinatura de contrato para construção de um entreposto de ovos, junto à Ceasa Regional. O empreendimento também será operacionalizado pela Cooersanta. Schneider também comemorou a conclusão de um abatedouro de peixes – em um investimento de R$ 200 mil com recursos públicos  - que deverá ser inaugurado ainda este ano. 

 

Para 2019 uma das metas é a construção da feira rural de Linha Santa Cruz e está prevista a mudança de endereço da feira de produtos orgânicos da Rua Senador Alberto Pasqualini, questão que também rendeu polêmica ao longo do ano. A Associação de Moradores não queria manter a estrutura sobre o passeio público e dentro da praça não haveria espaço para os caminhões que fazem a descarga dos produtos. Segundo Elo, a ideia é que no ano que vem a feira passe a funcional junto à Praça Hainsi Gralow, no mesmo bairro. “O novo local fica no máximo três quadras adiante e se o produto é bom, o consumidor vai atrás”, disse. 

 

Durante o bate-papo com os jornalistas Ronaldo Falkenbach e Leandro Porto, o secretário falou ainda sobre o Programa de Correção de Solo, o apoio da Administração à Escola Família Agrícola (Efasc), o Programa Troca-Troca de Sementes de Milho, o Serviço de Inspeção Municipal, o Programa de Aquisição de Alimentos e a Patrulha Agrícola. 

 

Schneider aproveitou para anunciar a renovação de máquinas para as associações de produtores rurais e a adesão do Município ao Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf), sistema que permite a comercialização de produtos de origem animal em nível intermunicipal, dando condições para as pequenas agroindústrias negociarem seus produtos em todo o território estadual.

 

Durante a entrevista o secretário esteve acompanhado do engenheiro agrícola Marco Alves e do técnico agrícola Moisés Mora. 

Compartilhe:

Links Úteis

Prefeitura de Santa Cruz Suporte Técnico:
suporte@santacruz.rs.gov.br
Desenvolvido por DROP