51 3713 8100

Prefeitura recebe autorização do Dnit e anuncia rotatória na BR 471 Última atualização em, 15 de janeiro de 2018

A Superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) finalmente concedeu autorização para que a Prefeitura de Santa Cruz do Sul possa intervir junto ao trevo da BR 471 - situado em frente à Philip Morris, no Distrito Industrial -, transformando-o em uma rotatória. Como a rodovia está sob jurisdição federal, a Prefeitura necessita da autorização do órgão para realizar qualquer tipo de intervenção. Devido ao grande número de acidentes ali registrados, este ponto da cidade já ficou conhecido como trevo da morte.

 

As tratativas entre a Prefeitura e a autarquia tiveram início no ano passado e desde então inúmeras reuniões foram realizadas para lapidar o traçado. Ainda no mês de novembro, o projeto com todas as exigências foi entregue no escritório, em São Leopoldo, pelo secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Leandro Kroth, que é também o engenheiro responsável. 

 

 Ao divulgar a autorização, na tarde desta segunda-feira, dia 15, o prefeito Telmo Kirst anunciou as futuras intervenções que serão realizadas no trevo e lembrou que inúmeras melhorias já foram executadas desde que a Prefeitura assumiu o trecho de nove quilômetros entre o trevo do Gaúcho Diesel e a Avenida Castelo Branco. “Tenho dito que parece que nosso governo veio para consertar e resolver coisas que não lhe cabem resolver”, observou. 

 

Em entrevista coletiva o secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Leandro Kroth, apresentou os projetos geométricos, ilustrando o antes e o depois das intervenções, e deu mais detalhes da obra, que está estimada em R$ 500 mil e será totalmente bancada com recursos próprios da Prefeitura. O início dos trabalhos deve ocorrer dentro de duas a três semanas, após o término da drenagem no Acesso Grasel. 

 

De acordo co o secretário, a pista que hoje fica no lado de dentro do trevo será eliminada e as vias laterais serão alargadas, com três pistas cada, totalizando 15 metros de cada lado. As alças laterais também sofrerão modificações aumentando a segurança de quem precisa fazer o contorno. Alterações também ocorrerão nas ruas Carlos Swarowski, bairro Esmeralda, e Victor Frederico Baumhardt, bairro Dona Carlota, que dão acesso à rodovia. Pequenos canteiros serão construídos nos entroncamentos para que os motoristas que ingressam na BR 471, não o façam de forma abrupta. Eles terão primeiro que realizar o contorno à direita para só mais adiante entrarem à esquerda na rotatória. “Com estas mudanças vamos trazer mais segurança para os motoristas que ali circulam todos os dias”, afirmou.

 

O projeto, segundo Leandro, prevê ainda a extinção do acesso à BR 471 pela Rua João Bremm, eliminando mais um ponto de insegurança. Está prevista a construção de uma ligação com a Rua Victor  Frederico Baumhardt, por onde os motoristas passarão a ingressar na rodovia. 

 

O prazo para a conclusão da rotatória está estimado em cerca de cinco meses. Como o trânsito no local não pode ser interrompido, as obras deverão ocorrer de forma gradativa e pontual, evitando congestionamentos. O trabalho envolve diversas etapas, como retirada do asfalto, drenagem, criação de canteiros, iluminação e sinalização horizontal e vertical. Nas próximas semanas a Prefeitura inicia a colocação de placas indicativas de obra, para alertar os motoristas sobre as intervenções. 

 

Como forma de dar mais segurança e minimizar os riscos de acidentes para quem trafega no trecho, no mês de maio de 2017, o Município efetuou a instalação de oito postes para melhorar a iluminação do trevo, que foi palco de protesto de moradores após vários acidentes registrados. A falta de iluminação era uma das principais exigências dos motoristas e pedestres moradores das proximidades.

Compartilhe:
Prefeitura de Santa Cruz Suporte Técnico:
suporte@santacruz.rs.gov.br
Desenvolvido por DROP