51 3713 8100

Jeferson Gerhardt prevê grandes avanços na mobilidade urbana em 2018 Última atualização em, 28 de dezembro de 2017

Finalizando a série de entrevistas com os 14 secretários da Administração Municipal, Jeferson Gerhardt, da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog) esteve na Rádio Gazeta AM 1.180 na manhã desta quinta-feira, 28. 

Gerhardt iniciou fazendo uma avaliação do ano. Segundo ele, Santa Cruz do Sul é uma cidade privilegiada, se comparada com outros municípios.  “Apesar da crise política e econômica, fizemos um planejamento de longo prazo porque já sabíamos que a situação poderia se agravar. E esse planejamento possibilitou que terminássemos o ano com resultados positivos”, afirmou. 

 

Questionado sobre a obtenção de recursos via Governo Federal para projetos do município, o secretário afirmou que praticamente todos foram liberados. “Tivemos bastante êxito e conseguimos toda as liberações de verbas. A única que retardou, mas que também acabou se concretizando, é o projeto de Migração para a construção de 563 casas”, especificou. Ele disse ainda que o município tem muitos projetos sendo realizados na área urbana. “O fato de termos muitas obras em andamento pela cidade mostra que essas intervenções foram planejadas desde o primeiro ano do governo Telmo Kirst”, declarou. 

 

Ao se referir aos asfaltamentos, Jeferson fez menção ao plano de mobilidade urbana. “As pavimentações são as mais evidentes. Mas não é só o asfalto, são as modificações necessárias que proporcionam segurança e praticidade aos usuários”, afirmou.  Ainda segundo ele, a proposta inclui alterações nas vias de maior fluxo, que terão vias arteriais, para desafogar o trânsito. “O plano de mobilidade inclui mudanças de curto, médio e longo prazo”, disse. 

Durante a entrevista, ouvintes fizeram questionamentos. De Linha Santa Cruz, uma moradora perguntou sobre o Ginásio da localidade. “A estrutura está praticamente pronta e a inauguração deverá ser em janeiro“, respondeu. Outra ouvinte questionou sobre as vias adjacentes da Sanga São João, na Rua Professor Antônio Koehler, que será transformada nos moldes semelhantes da Avenida do Imigrante. Segundo o secretário, as intervenções ainda estão em análise. “Todo o entorno será beneficiado. Mas as alterações serão feitas gradativamente, conforme a necessidade”, afirmou. Ainda sobre o assunto, Jeferson fez uma previsão sobre o início das obras. “Temos que canalizar, pavimentar, são 460 metros de extensão e acredito que ainda no primeiro semestre do próximo ano vamos iniciar as intervenções no local”, assegurou. 

 

Sobre o calçadão da Rua Marechal Floriano, que iniciará na Ramiro Barcelos até a Tiradentes, o secretário também comentou. “Nosso centro merece uma modernização. Temos que pensar no cidadão e no turista”, declarou. Segundo ele, o processo licitatório ocorrerá em fevereiro. 

 

Quanto ao Plano Diretor, Gerhardt afirmou que está sendo finalizado e que deverá ser encaminhado para a Câmara de Vereadores na segunda quinzena de janeiro. “As alterações se referem a questões ambientais, de mobilidade urbana, são muitos os assuntos abordados, mas haverá uma audiência pública e depois vamos enviar para a Câmara”, esclareceu. 

Ao final da entrevista, o secretário projetou 2018. “As demandas da nossa secretaria são muitas e, embora trabalhamos com uma equipe enxuta, estamos caminhando para a solução de vários problemas, inclusive com intervenções de áreas  críticas, que são pontos vulneráveis, mas que requerem uma atenção especial para o êxito na mobilidade urbana”, concluiu. 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe:
Prefeitura de Santa Cruz Suporte Técnico:
suporte@santacruz.rs.gov.br
Desenvolvido por DROP