51 3713 8100

Secretário de Meio Ambiente destaca a proteção ao túnel verde como meta para 2018 Última atualização em, 26 de dezembro de 2017

Em sua entrevista na Rádio Gazeta AM 1.180 na manhã desta terça-feira, 26, o secretário de Meio Ambiente, Saneamento e Sustentabilidade, Vanir Ramos de Azevedo, que também responde pela pasta de Administração e Transparência, discorreu sobre vários assuntos ligados à área ambiental. 

 

O primeiro questionamento referiu-se às tipuanas na região central da cidade. Ele esclareceu que a força-tarefa para verificação do estado das árvores continua. “Os temporais de outubro e novembro foram muito agressivos, por isso da queda de galhos. Mas o trabalho de avaliação é constante”, afirmou. Ele disse ainda que no próximo ano o projeto de manutenção entrará em vigor. “Haverá uma equipe formada por servidores operacionais, engenheiro ambiental e biólogo que cuidarão permanentemente das árvores,  não só centrais, como de outras de grande porte que estão em outros pontos da cidade”, esclareceu. 

 

A entrevista teve a participação de vários ouvintes. Entre as indagações, uma delas referiu-se à poda de árvores. “Há um período para podas. Por isso orientamos a população de que procure nossa secretaria para orientação técnica”, comentou. Outro questionamento de um ouvinte foi sobre a derrubada de árvores fora do eixo central, como em novos loteamentos. Segundo o secretário, há critérios técnicos que são obedecidos. E há áreas em que a derrubada não é permitida.  “Quando autorizado o corte, é necessário que as árvores sejam repostas em outro local”, afirmou.

 

A coleta seletiva de lixo também entrou na pauta. Vanir salientou de que todo sistema de gestão de recolhimento está adequado à legislação. “Há um contrato vigente com a empresa e estamos garantindo um serviço de qualidade”, afirmou. O descarte irregular no trevo do bairro Bom Jesus também foi abordado. “Há uma dificuldade de identificar os infratores. Por isso a fiscalização será intensificada e vamos designar um profissional para estar vigilante naquele local”, alertou. 

 

O trabalho em relação ao bem estar animal nos últimos dois anos também foi mencionado. Conforme Azevedo, vários investimentos foram feitos no Canil Municipal, dentre eles, a nomeação de dois médicos veterinários, a contratação de uma clínica terceirizada e a revitalização da estrutura. Em 2017, exemplificou, foram identificados 476  casos de abandono de cães, houve 146 denúncias de maus-tratos e mais de 800 animais foram castrados. “Temos investido muito no bem estar animal”, frisou. 

 

Questionado sobre a força-tarefa em relação à poluição sonora, Azevedo salientou que o trabalho de fiscalização é permanente.  “Os técnicos estão fazendo medições e coibindo também outras práticas irregulares que ocorrem nos ambientes onde há aglomeração de pessoas”, disse. 

 

O investimento na rede hídrica no interior do município também foi comentado. Segundo ele, em Cerro Alegre Baixo foram gastos cerca de R$ 700 mil. “O trabalho já está concluído”, afirmou. Já em São Martinho foi licitado em R$ 471 mil e as intervenções iniciam em janeiro. Conforme o secretário, em 2017 foram investidos cerca de R$ 1,4 milhões. Para o ano que vem a rede hídrica inclui ainda a localidade de Travessão Dona Josefa. 

 

Ao final da entrevista, Vanir fez uma projeção para 2018. “Vamos realizar um trabalho de proteção do túnel verde, intensificar ações de educação ambiental, retomar a licitação do projeto do Lago Dourado, entre outras ações pertinentes à secretaria”, concluiu.

 

Compartilhe:
Prefeitura de Santa Cruz Suporte Técnico:
suporte@santacruz.rs.gov.br
Desenvolvido por DROP