51 3713 8100

Última atualização em, 25 de agosto de 2017Roteiro Caminhos da Imigração - Linha Santa Cruz / Boa Vista

Rua José Germano Frantz – É a rua mais antiga de Santa Cruz do Sul. Em 19 de dezembro de 1849 chegaram os primeiros imigrantes alemães para a recém fundada Colônia de Santa Cruz. Eram apenas doze: uma família com quatro filhos e mais cinco homens e uma mulher que ocuparam os primeiros lotes.  Estes lotes estavam localizados em terras devolutas, sobre o primeiro degrau da serra, no local que se chamaria Picada Santa Cruz ou “Alte Pikade” (hoje a mais antiga estrada do município). Esta rua recebeu mais tarde o nome de José Germano Frantz, em homenagem ao alfaiate que morava no local.

Ver Foto e Mapa

 

 

Antiga Cooperativa – A Cooperativa Agrícola Linha Santa Cruz, fundada em 1913, era filiada à União Sul-Brasileira de Cooperativas. Fundamentada no espírito de cooperação, congregava colonos em seu esforço para solucionar demandas coletivas e  comercializar produtos agropecuários. Na parte de trás do prédio, nos anos 50, foi acrescentado um amplo salão para bailes e festas. Tornou-se patrimônio histórico pela Lei nº 7.382 de 19/08/15

Ver Foto e Mapa

 

 

Igreja Católica de Linha Santa Cruz - No dia 31 de dezembro de 1945 foi criada a Paróquia Bem-Aventurados Mártires Rio-Grandenses. A partir de 1993 passou a chamar-se Santos Mártires das Missões, em homenagem aos padres Roque González, Afonso Rodríguez e João Castilho. A inauguração da Igreja ocorreu no dia 11 de outubro de 1950 e, em 31 de dezembro de 1975, a bênção da atual casa paroquial.

Ver Foto e Mapa

 

 

Cruz dos Assmann – Promessa Em Alto Mar – Em 22 de março de 1856, Johann Nikolaus Assmann e sua mulher Maria Ana Grünewald embarcaram no veleiro “Luzia”, na cidade de Hamburgo, na Alemanha. Após 16 semanas de viagem, em setembro de 1856, chegaram no Brasil. Durante a viagem deu-se uma tempestade e Johann fez a promessa de colocar um monumento, que deveria ser sempre conservado:  - a “Cruz dos Assmann”.

Ver Foto e Mapa

 

 

Casa Comercial e Salão de Baile - As atuais construções foram erguidas no lote número 10 da Colônia de Santa Cruz, entre os anos 1880 e 1911 pela família Kliemann. A primeira parte foi erguida com pedras de arenito irregulares, empilhadas e extraídas no próprio lote. Os vazios foram preenchidos com cacos da mesma rocha e terra. A segunda parte foi erguida com pedra de arenito mais trabalhadas e a terceira com tijolos maciços, cruzados em cada fileira. Além de servir como sede para a atividade comercial e a realização de bailes, era utilizado por diversas sociedades como a de lanceiros, de damas, de bolão e de atiradores. A partir de 1930 as atividades tiveram continuidade com a família Frantz, atual proprietária.

Ver Foto e Mapa

 

 

Igreja Evangélica de Alto Linha Santa Cruz - Os colonos evangélicos abriram mão de um terreno ofertado pelo governo por ficar distante da comunidade. Assim, os próprios imigrantes construíram sua igreja em terras doadas por Christoph Bender, onde hoje se encontra a atual igreja e o prédio da antiga escola. Cada um ajudava conforme sua disponibilidade de tempo e força. Apesar de todas as dificuldades, a capela pôde ser concluída em 1858 e tornou-se uma casa espiritualmente rica.

Ver Foto e Mapa

 

 

Cemitério Evangélico de Alto Linha Santa Cruz – É o cemitério mais antigo e o primeiro de comunidade evangélica de Santa Cruz do Sul. Possui 110 sepulturas com túmulos em pedra grés esculpidas a mão. A sepultura mais antiga data de 20 de abril de 1874. É patrimônio histórico  pela Lei nº 6.044 de 28/09/2010.

Ver Foto e Mapa

 

 

Centro Histórico de Boa Vista - Surgido a partir de 1850, com a vinda de imigrantes alemães, o Centro Histórico da localidade continua tendo importante função social e cultural. O espaço, que reúne igreja, escola, cemitério e salão de festas, forma um conjunto que identifica as comunidades teuto-brasileiras.

Ver Foto e Mapa

 

 

Pousada Camponesa - Localizada a 17 quilômetros do centro de Santa Cruz, em Boa Vista, a propriedade guarda uma gruta com a imagem de Nossa Senhora de Lurdes. O local é ajardinado e conta com árvores nativas de várias espécies, açudes e potreiros cercados por pedra ferro, construídos por imigrantes alemães e seus descendentes no século XIX. Dentre as atividades, destaque para a produção de leite e para a criação de frangos. O local também dispõe de um acervo de livros, cartas e documentos do século XIX, em alemão, com escrita em estilo gótico.

Ver Foto e Mapa

 

 

Local da Primeira Missa – Em 2 de agosto de 1854, o vigário de Rio Pardo, Pe. João Batista de Motta Velloso, celebrou a primeira missa na localidade. Nessa ocasião foram realizados batizados e casamentos de imigrantes e descendentes. Até hoje, constitui-se no principal ponto de referência para as procissões realizadas pelos devotos.

Ver Foto e Mapa

 

 

Sítio 7 Águas - O nome Sítio 7 Águas provem de quatro vertentes, dois riachos e um rio que cruza a propriedade. Localizado no distrito de Boa Vista distante 18 quilômetros do centro de Santa Cruz do Sul, a propriedade rural pertence à família Schmidt há cinco gerações. Possui uma ótima infraestrutura de lazer para receber os visitantes, centro de eventos e pequeno museu com objetos de antepassados. Todas as refeições servidas têm origem na produção agrícola familiar.

Ver Foto e Mapa

 

Prefeitura de Santa Cruz Suporte Técnico:
suporte@santacruz.rs.gov.br
Desenvolvido por DROP